Pular para o conteúdo principal

DOIS ANOS SEM PERON ERBETTA por Teresa Cristina Montes Cunha

No dia 18 de julho de 2009, Araguari perdeu um cronista que fazia seus leitores viajarem através do tempo, revivendo momentos importantes da cidade, e quiçá de suas infâncias.

Antonio Fernando Peron Erbetta, advogado, pedagogo e jornalista (1942-2009) lutou contra o câncer, até seus últimos dias. Amava Araguari, e por isso divulgava em cada linha de seu famoso blog Ponto de Vista, a cultura e a história de nossa terra.



Lembro-me que tinha uma amiga, Marta Andréa Peixoto, que morava na rua que levava o nome do pai de Peron, Julio Erbetta (trabalhou na Cia. Prada de Eletricidade por 42 anos ininterruptos, passando por diferentes cidades, chegando a Araguari em 1949, implantando o sistema Prada com a instalação de geradores e ampliações de pequenas usinas que geravam energia para o desenvolvimento das cidades).


INAUGURAÇÃO DA NOVA ILUMINAÇÃO PÚBLICA NA
RUA MARCIANO SANTOS PARA  LÂMPADAS DE VAPOR DE MERCÚRIO
28 DE AGOSTO DE 1965 
Foto do Blog Ponto de Vista. Da esquerda para a direita: Julio Erbetta, Dr. Miguel Domingos de Oliveira, Major Ruppi, engenheiro do 2º Batalhão Ferroviário, Ney Montes com seu filho Paulo César, Paulo Nogueira Cruvinel com sua filha Paula, um cidadão visitante e finalmente o radialista Odilon Neves registrando o evento. 

Um dia resolvi visitar Marta, tinha 12 ou 13 anos na época. Meu pai, Ney Montes, foi me levar de carro, e lendo o nome na placa, lembrou com saudade de falecido amigo. Ney trabalhou na Cia. Prada de Eletricidade com o pai de Peron, e depois com o próprio, e sempre teve estreitos laços de amizade com a família. Ainda na Gestão de Fausto Fernandes de Melo, Ney voltou a trabalhar em Araguari, no Departamento de Água com Peron.

Quando Ney faleceu em 2004, fiquei abatida e abandonei as pesquisas sobre o futebol feminino. Mas em 2008, Peron Erbetta me incentivou a voltar às pesquisas, e publicamos juntos um artigo em seu blog:  Araguari Berço do Futebol Feminino

A partir daí, muitas portas se abriram, e fomos convidados a fazer a primeira matéria sobre as histórias das Pioneiras do Futebol Feminino no Esporte Espetacular da Rede Globo de Televisão, com a colaboração no também araguarino, Renato Peters.


Senti-me órfã de uma pessoa que parecia que conhecia há muito tempo. Como um parente distante que a gente reencontra pela vida.

Certa ocasião, em uma de nossas visitas à sua casa, com minha mãe Marly Teresa, levei o prometido "Pão de Queijo" numa vasilha. Sentamos-nos, ali na sala de sua casa, Peron com sua querida Terezinha, e tivemos tanta conversa que por em dia, que nem vimos as horas passarem... Como era importante receber seus conselhos e sugestões, seus e-mails por vezes hilários com piadas para darmos boas gargalhadas. Um dia me peguei chamando-o por Tio Peron... Pedi desculpas, mas então ele disse que seria um prazer me ter como sobrinha.

Foi tão pouco tempo... E tantos projetos maravilhosos... Um deles ele conseguiu concretizar que foi a publicação do Livro Tempos Idos, Tempos Vividos, que ainda pode ser adquirido através do Blog Ponto de Vista, e que teve a renda obtida com sua venda revertida para ajuda ao Hospital do Câncer de Uberlândia.


PARA ADQUIRIR O LIVRO E AJUDAR O HOSPITAL DO
CÂNCER ENVIE PEDIDO PARA O E-MAIL julioerbetta@hotmail.com ou no BLOG PONTO DE VISTA http://peron-erbetta.blogspot.com/



Fiquei feliz por seu filho Júlio deixar o blog Ponto de Vista a disposição na internet, pois é uma fonte de informações sobre Araguari, vista do “Ponto de Vista” de nosso querido Peron.

BOAS LEMBRANÇAS
Por Julio Erbetta Neto - Araguari julho de 2011

É com satisfação que recebemos o convite da pesquisadora, especialista em marketing e comunicação Teresa Cristina do Blog da Teresa Cristina Montes Cunha, para que nós da família de Antônio Fernando Peron Erbetta possamos lembrar-nos de fatos e acontecimentos vividos junto a ele uma vez que neste mês de julho de 2011 se completam dois anos de sua partida.


Começamos pelas manhãs de domingo, hora gostosa do dia, mamãe na cozinha preparando o café para ser tomado com leite e um bom pedaço de bolo, aquele gostoso que ela já havia preparado no sábado. As opções na televisão não eram tantas como as que temos hoje com os canais a cabo, mas um programa já era sucesso e continuando sendo até hoje 30 anos depois, as transmissões dos Grandes Prêmios de Formula um. Está aí um dos programas preferidos do papai, já se alojava no sofá e de lá ia avisando: “a corrida já vai começar, levanta meninada vem ver a largada”, e lá íamos eu e meu irmão todo mundo de pijama assistindo a corrida na sala.
<> 
PERON ERBETTA COM OS FILHOS JÚLIO E FERNANDO
Era o tempo de lendas como Nelson Piquet, Ayrton Senna, KekeRosberg, Alain Prost, René Arnoux, Patrick Tambay, Niki Lauda, Carlos Reutemann entre muitos outros.

AYRTON SENNA EM UMA DE SUAS VITÓRIAS INESQUECÍVEIS


Papai acompanhava tudo, gostava dos pilotos arrojados e das ultrapassagens com os "pegas" nas lutas pelas posições. Quando acontecia um acidente comentava que os pilotos tinham noção do perigo sabendo o risco que corriam e que isso fazia tudo ficar mais emocionante ainda.

A ligação do papai com os carros foi forte, sempre que possível estava negociando trocas. Foi um fã do Opala, modelo da Chevrolet, passou por quase todos, do cupê duas portas ao sedan quatro portas.

Além da versão básica existia a luxuosa, topo de linha, como o modelo Comodoro. Tinha parte da capota revestida com vinil e requintes de acabamento e conforto interior, posteriormente passou a ser denominado Diplomata.

Havia também a versão esportiva com o Opala SS que vinha com um acabamento especial com um belo volante de 3 raios, bancos individuais, câmbio de 4 marchas no assoalho, rodas esportivas e pintura especial com faixas na cor preta no capô e painel traseiro.

Um dos momentos marcantes que uniu estas duas paixões do papai foi a ocasião em que assistimos a uma prova da StockCars em Goiânia, lá estavam os Opalas,a corrida e nós, inesquecível!

STOCK CAR DE OPALAS EM GOIÂNIA - GO

Os preparativos para as viagens ficaram na memória, começavam com os cuidados com o carro, passando pela famosa "matulinha" preparada pela mamãe com sanduiches, frutas e refrigerantes. Isso era indispensável, pois as opções de paradas para lanches não eram grandes.

Fato curioso que ficou na lembrança foi o de uma viagem que fizemos a Santa Rita do Passa Quatro, no estado de São Paulo cidade dos familiares dos meus avós paternos. Era época de recessão econômica e uma das medidas adotadas pelo governo foram os racionamentos, entre eles o de combustível, com isso os postos de abastecimento não abriam nos finais de semana e até combustível reserva foi necessário levar para garantir a viagem.

Naturalmente quem gosta de carros gosta de dirigir e isso era outra coisa que o papai fazia com prazer. Eram frequentes as ocasiões em que lá pelas oito, nove horas da noite ele nos convidava para dar uma "voltinha" de carro pela cidade. Íamos todos, mamãe no banco da frente eu e meu irmão atrás, com estes passeios ficávamos a par das novidades de Araguari. Abriu uma loja nova! Agora aqui tem um restaurante diferente, que bela casa foi construída e assim por diante.

Esse hábito inspirou várias das matérias postadas no seu blog Ponto de Vista e que depois foram para o seu livro Tempos Idos Tempos Vividos.

Voltando aos domingos, em muitos deles após as corridas começavam os preparativos de outra coisa que o papai e a mamãe faziam satisfeitos e muito bem, almoço com churrasco. Como ele preparava um churrasco gostoso! Sabia escolher bem a carne, preparava o tempero com um dia de antecedência, passávamos bons momentos juntos.

Fernando, Kelly, Gabriela, Cynthia, Julio, Teresinha, Peron. 
Assim fomos crescendo, vieram as noras e os netos com um convívio familiar onde sempre houve e há muito prazer em estarmos juntos, trazemos isso conosco, vivendo as boas lembranças!

Orgulhos pela pessoa que foi Antonio Fernando Peron Erbetta, agradecemos a Teresa Cristina por essa oportunidade de poder compartilhar estas boas lembranças.

Terezinha, Julio, Cynthia, Gabriela, Fernando, Kelly e Pedro



Comentários

Julio disse…
Teresa.
Mais uma vez agradecemos pela atenção em prestar essa homenagem ao papai, Peron Erbetta, parabéns pela montagem da postagem.
Abraços.
Julio Erbetta
Carmen Lúcia de Aguiar Tavares disse…
Teresa Cristina, bom dia!
Falar de Peron Erbeta é um misto de alegria e de tristeza...
Alegria...por eu ter tido o privilégio de poder conviver e ser sua amiga e ganhar muito aprendizado...
De tristeza por não poder mais ter a sua companhia, não receber mais os seus e-mails, por não nos falarmos mais ao telefone e discutirmos os mais variados assuntos.
Ah, se a tristeza soubesse o quanto dói a saudade e vice versa, não tiraria do nosso convívio pessoas que tanto nos fazem falta!
Peron, a minha saudade!
Terezinha, filhos, netos e noras...continuo aqui, ainda amiga suas...
Carmen Lúcia de Aguiar Tavares
Anônimo disse…
Natal disse:

Tereza,

Em razão da sua homenagem , fiz uma leitura rápida em alguns emails do Peron, entre centenas que ainda guardo. Veja um que trocamos:
________________________________________
De: peron [mailto:peronerbetta@hotmail.com]
Enviada em: quinta-feira, 28 de agosto de 2008 09:35
Para: Natal Fernando da Silva
Assunto: Ponto de Vista
Natal,meus amigos, vejam lá no blog www.peron-erbetta.blogspot.com a matéria postada esta noite. Abraços, Peron.

From: Natal Fernando da Silva
To: peron
Sent: Thursday, August 28, 2008 10:14 AM
Subject: RES: Ponto de Vista

Parabéns, Peron.

Hoje também é mais uma daquelas outras datas quando comemoramos como você o seu dia, assim como dia do advogado, dia do pedagogo, dia do professor, dia do maçon, dia dos pais, etc.
Hoje é aniversário da cidade e quero também dar os parabéns para você por ter ajudado a construí-la, defendê-la e divulgar a nossa casa.
Afinal que seriam das ruas, dos prédios e tudo o mais se não fossem as pessoas que fazem a cidade, que a torna viva e rica. Que seria da cidade se não fossem os advogados, os professores e aqueles que zelam pela sua existência.
Então parabéns para você que trata a cidade como sua casa; que executou planos de governo e continua a fazer planos para o futuro como os feitos com a família amada.
Agora, mesmo no seu leito de recuperação física, ainda mentaliza dia e noite a campanha do seu candidato vendo nele a possibilidade da realização dos seus projetos.
Parabéns para você que assim como o Miguel Domingos de Oliveira são a marca que cada cidadão guarda na lembrança como símbolos de desenvolvimento, pessoas que se tornaram exemplos e encarnaram em si a possibilidade de emprego na cabeça de cada jovem que passou por aí, como certeza de que quando se tem competência e amor à causa somos fortes e capazes de fazer uma grande cidade.
Especialmente vocês são pessoas que transmitem a todos nós a certeza de que Araguari é forte quando elegemos homens possuidores de discernimento claro, com raça, com caráter e capacidade de decisão em empreendimentos de grande envergadura.
A cidade faz mais um ano com a certeza de que precisamos de personalidades atuantes como vocês foram nos momentos em que estiveram investidos de autoridade. Os tempos atuais continuam a exigir determinação das autoridades e, agora, em ambiente globalizado, precisamos de autoridades com traquejo intelectual para se relacionarem com mais pessoas fora da cidade, buscando o prosseguimento do trabalho de construção de uma grande cidade.
Parabéns Araguari.
Abraço, amigo Peron.
Natal

Enviada em: 28/08/2008 10:35
Rapaz, você me trouxe lágrimas nos olhos de emoção com tamanho elogio. Não merecemos. Apenas retratamos o passado que vivenciamos. Muito obrigado. Vai para o blog. TFA, Peron
----- Original Message -----
Anônimo disse…
Antonio Marcos disse:

Tive o privilégio de conversar algumas vezes com o Dr. Peron. Não o conheci pessoalmente. Numa das viagens a Araguari, vivenciei o triste momento do seu funeral. Araguari perdeu um dos seus guerreiros. Personalidade forte, Peron defendia os seus pontos de vista com garra e inteligência acima do normal. Neste momento, ele deve estar participando de alguma revolução em algum plano deste imenso universo.
Anônimo disse…
Aristeu Soares disse:

Peron foi o maior historiador que conheci. Narrativas de puro encanto. Amigo virtual como hoje o é.
Terezinha Rezende Erbetta disse…
Teresa Cristina,
Agradecemos a postagem de momentos felizes em nossa família, são saudosas lembranças.
Abraços
Terezinha Rezende Erbetta

Postagens mais visitadas deste blog

LIVRO INFANTIL QUE ABORDA AS DIFERENÇAS É LANÇADO EM UBERLÂNDIA



No dia 12 de maio, foi lançado na Casa da Cultura de Uberlândia, às 19h30, o livro “Por que eu sou assim” da Editora Pérgamo. O livro escrito por Marta Fontoura, com origamis de Izete de Melo Silva, trata sobre as diferenças, e como a personagem central, uma margarida, descobre como lidar com esse dilema. A margarida quer saber porque nasceu margarida e não rosa. Nessa busca ela descobre uma maneira de entender a diversidade das flores e das pessoas. Segundo a autora, o livro pretende ajudar as crianças a entenderem e aceitarem o jeito de ser de cada uma.

O livro duplo, tem a história em um e no outro ensina como fazer origamis que servem para as crianças exercitarem a criatividade, fazendo também suas próprias ilustrações, as mesmas que estão no livro.







Uma excelente dica para pais, avós, tios, enfim, familiares presentearem e acompanharem as crianças na leitura e no feitio dos origamis. Também ótima ferramenta para qualquer instituição de ensino que queira trabalhar o tema de maneira…

BETHÂNIA – UMA NOVA FORMA DE TRABALHAR A DEPENDÊNCIA QUÍMICA

O Grupo Bahamas inaugura mais uma unidade em Uberlândia

Com o objetivo de expandir a rede na cidade de Uberlândia, o Grupo Bahamas reuniu nessa noite (15) terça-feira, em evento de relacionamento, fornecedores de todo Brasil, empresários, políticos e convidados especiais. A reunião foi na loja que será inaugurada amanhã, localizada à Avenida Cleanto Ribeiro Gonçalves, 600, no bairro Santa Rosa.


Segundo Nelson Junior, diretor de Marketing do Grupo Bahamas, a entrega da nova unidade ocorre em dois momentos. O primeiro momento é de relacionamento, onde os fornecedores podem ver o posicionamento de seus produtos e conhecerem a loja. O segundo momento é o evento de inauguração, que será quarta (16) às 13h, onde será aberto ao público consumidor em geral. O Grupo Bahamas trabalha com três bandeiras. Em Uberlândia a primeira loja foi Bahamas Mix, que é uma bandeira focada em vendas no atacado e varejo, a nova unidade do Santa Rosa é uma unidade de bandeira em formato de supermercado tradicional, e em fevereiro de 2016, será entregue a bandeira Emp…