Pular para o conteúdo principal

FUTEBOL FEMININO – UM RESGATE HISTÓRICO





Quem é a Pesquisadora
Meu nome é Teresa Cristina de Paiva Montes Cunha, trabalho no setor publicitário. Tenho formação em artes e especialização em Marketing. Comecei as pesquisas sobre o Futebol Feminino em 2000, quando passei muito tempo com meu pai, Ney Montes, devido a problemas de saúde. Em nossas conversas o assunto girava em torno da sua querida cidade Araguari, e também do futebol feminino. Em 2000 comprei um gravador e uma máquina fotográfica e comecei as pesquisas.


Encontrei na época as ex-jogadoras Marizete Nader e Maria Magali Gertrudes(falecida em 2008). Também conversei na época com o técnico que treinou as meninas, Luiz Benjamim.Oliveira. Também me ajudaram na época o saudoso Mário Nunes, que também era um homem que amava Araguari e preservava a história.


Em 2004, quando meu pai faleceu, Ney Montes, fui obrigada por uma série de dificuldades a abandonar as pesquisas.


Em 2008, incentivada pelo jornalista e amigo da família, Antonio Fernando Perón Erbetta (1942-2009), fizemos um texto juntos e publicamos em seu famoso blog PONTO DE VISTA. A partir daí, muitas portas se abriram. Consegui reencontrar mais 14 jogadoras. Inclusive no dia 22 de agosto foi o lançamento do livro do Perón Erbetta, Tempos Idos, tempos vividos, na sede da FAEC-Fundação Araguarina de Educação e Cultura, na Rua Virgílio de Melo Franco, esquina com a Rua Rio Branco, foi um grande historiador e divulgador de Araguari. No livro ele fala sobre o futebol feminino de Araguari.


Em 12 de dezembro de 2008, tivemos nosso primeiro reencontro, e muitas não se viam a mais de 50 anos. Na época tinham entre 14 e 20 anos. (não vai contar a idade delas) são agora entre 65 e 73 anos.




Como tudo começou
Tudo começou quando Isolina França Soares Torres, pediu a Ney Montes para fazer um jogo beneficente para ajudar o caixa escolar da Escola Visconde de Ouro Preto, da qual Isolina era a diretora. Ney Montes explicou que um jogo normal não daria renda suficiente para esse feito. Foi então que Ney Montes sugeriu um jogo inédito. Um jogo de moças. Só que Isolina teria que ajudar Ney a convocar as moças para uma seleção.


Isolina concordou e foi em busca das moças, que compareceram em grande número para a seleção. Das mais de 40 moças, 25 foram selecionadas, para formarem o time 1 e 2 do Araguari Atlético Clube. Tiveram como técnico o Sr. Luiz Benjamim de Oliveira, treinador Luiz Teixeira e massagista José Firmino..O primeiro jogo foi um sucesso. Mas o segundo jogo em Uberlândia , superou a arrecadação (120 mil cruzeiros), do último jogo, quando os uberlandenses receberam a visita do Botafogo carioca, que trazia, na sua equipe, Garrincha e Didi e toda a sua fama de Campeões do Mundo. E teve a presença da famosa revista O CRUZEIRO, que divulgou nacionalmente a nova modalidade para todo Brasil.


A partir daí, as moças foram convidadas para jogarem em diversas cidades além de Araguari e Uberlândia, foram a Buriti Alegre, Ituiutaba, Varginha, Goiânia, Belo Horizonte e Salvador. Foram convidadas até para irem ao México, mas devido a proibição enviada por carta para Ney Montes, onde reafirmava a A proibição da prática do futebol feminino tendo como referência o Decreto-lei n. 3199 de 14 de abril de 1941, que proíbe as mulheres brasileiras de praticar esportes "incompatíveis com as condições de sua natureza". Essa lei é referendada e melhor especificada na deliberação tomada pelo CND n. 7/65, quando ele estipula que a mulher é proibida de participar das seguintes modalidades esportivas: futebol, futebol de salão, futebol de praia, pólo aquático, pólo, rúgbi, halterofilismo e beisebol. Essa deliberação somente foi revogada em 1979, através da Deliberação n. 10. Os jogos só pararam depois de 9 meses de amistosos.


Agradeço a todas ex-jogadoras, que foram e são memória viva dessa linda história...
Cirlene Alves dos Anjos
Darci de Deus Leandro
Haidê Dália Dias
Heloísa Helena Rodrigues Marques
Iraídes
Luci Teixeira
Maria Aparecida da Costa
Maria de Fátima Pereira Cardoso
Maria da Penha Alves Anjos
Maria Magali Gertrudes (+ 2008)
Marizete Nader
Mirtes Paranhos
Nádima de Fátima Nascimento
Neli Ribeiro de Barros
Nilza de Aguiar
Ormezinda da Silva Rodrigues (niver 5/4)
Wesleina Campos Mazieiro
Zalfa Nader

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

LIVRO INFANTIL QUE ABORDA AS DIFERENÇAS É LANÇADO EM UBERLÂNDIA



No dia 12 de maio, foi lançado na Casa da Cultura de Uberlândia, às 19h30, o livro “Por que eu sou assim” da Editora Pérgamo. O livro escrito por Marta Fontoura, com origamis de Izete de Melo Silva, trata sobre as diferenças, e como a personagem central, uma margarida, descobre como lidar com esse dilema. A margarida quer saber porque nasceu margarida e não rosa. Nessa busca ela descobre uma maneira de entender a diversidade das flores e das pessoas. Segundo a autora, o livro pretende ajudar as crianças a entenderem e aceitarem o jeito de ser de cada uma.

O livro duplo, tem a história em um e no outro ensina como fazer origamis que servem para as crianças exercitarem a criatividade, fazendo também suas próprias ilustrações, as mesmas que estão no livro.







Uma excelente dica para pais, avós, tios, enfim, familiares presentearem e acompanharem as crianças na leitura e no feitio dos origamis. Também ótima ferramenta para qualquer instituição de ensino que queira trabalhar o tema de maneira…

BETHÂNIA – UMA NOVA FORMA DE TRABALHAR A DEPENDÊNCIA QUÍMICA

O Grupo Bahamas inaugura mais uma unidade em Uberlândia

Com o objetivo de expandir a rede na cidade de Uberlândia, o Grupo Bahamas reuniu nessa noite (15) terça-feira, em evento de relacionamento, fornecedores de todo Brasil, empresários, políticos e convidados especiais. A reunião foi na loja que será inaugurada amanhã, localizada à Avenida Cleanto Ribeiro Gonçalves, 600, no bairro Santa Rosa.


Segundo Nelson Junior, diretor de Marketing do Grupo Bahamas, a entrega da nova unidade ocorre em dois momentos. O primeiro momento é de relacionamento, onde os fornecedores podem ver o posicionamento de seus produtos e conhecerem a loja. O segundo momento é o evento de inauguração, que será quarta (16) às 13h, onde será aberto ao público consumidor em geral. O Grupo Bahamas trabalha com três bandeiras. Em Uberlândia a primeira loja foi Bahamas Mix, que é uma bandeira focada em vendas no atacado e varejo, a nova unidade do Santa Rosa é uma unidade de bandeira em formato de supermercado tradicional, e em fevereiro de 2016, será entregue a bandeira Emp…